top of page

A polêmica carta aberta: Um alerta para a evolução das IAs


Ontem saiu uma carta aberta assinada por vários nomes relevantes pedindo que todos os experimentos com as IAs fossem suspensos por pelo menos 6 meses. Um resumo comentado desse documento pode ser encontrado aqui: https://bit.ly/3G0QffO

Ao ler esse resumo comentado fiquei com a sensação de estar vendo as empresas estão atrás na corrida aberta pela Open.ai, tentando conseguir uma folga para voltar ao páreo. Não desconsidero nenhuma das importantes reflexões levantadas no documento, mas, esperar que o mundo aja de forma coesa para pensar nas melhores soluções para a “humanidade” parece a famosa “conversa para boi dormir”. Vendo a realidade dos refugiados, da guerra na Ucrânia, da guerra na Síria e das tantas outras guerras que estão fora dos holofotes da mídia, a carta pede uma utopia completamente fora da realidade prática.


Interessante ver entre os signatários, representantes de empresas que, não de hoje, são completamente voltados ao lucro e não têm o menor interesse no bem-estar ou desenvolvimento de seus usuários que, pasmem, são uma boa parte da humanidade atual. Fica então a pergunta: seriam eles signatários de tal carta se estivessem na posição atual da Microsoft e Open.ai?


Criar uma resposta a essa pergunta, torna necessário considerar alguns negócios recentes como o da Alphabet e Replit para criar algo que concorra com o Copilot X da Microsoft no GitHub, como a Apple adquirindo a WaveOne, especialista em algoritmos baseados em IA, como a Amazon desenvolvendo o Code Whisperer ou como a Meta e seu LLM chamado LLaMA que recentemente vazou na internet (https://bit.ly/3nwRehA). Ou seja, quem vai parar por 6 meses? Isso levando em consideração somente empresas, imagine se considerarmos governos...


Vendo a entrevista da futurista Amy Webb para a SXSW 2023 (https://www.youtube.com/watch?v=54ZPJ3WDpPk), vejo que as preocupações possuem foco equivocado. Existem cenários catastróficos? Sim, existem, porém quando não existiram? Vejam, estamos revivendo hoje a crise dos mísseis de Cuba de 62 com a proposta de colocação de mísseis Russos em Belarus, então sempre estivemos (e sempre estaremos) perante desafios enormes para resolver e, “parar TUDO para pensar”, nunca foi uma opção!


5 visualizações

Comments


background_techsocial.jpg

Seja notificado das novidades e necessidades no NOVO MUNDO!

Nos Siga nas redes sociais...

  • Instagram
  • TikTok
  • LinkedIn
  • YouTube

Obrigado!

bottom of page